Uma delícia de cãozinho recolhido na rua, maltratado e esfomeado = Viveu connosco entre 3/2002 e 09/2010 ===================== Este blog vai continuar, em homenagem ao Monty (agora c/muita saudade) e aos abençoados vindouros.

15
Out 06

crianca-beijocao.jpgÉ comum as pessoas que possuem animais de estimação, e os tratam com carinho, serem constrangidas com críticas muitas vezes agressivas.
Os donos de bicho, por exemplo, recebem a sugestão de trocar o animal por uma criança pobre.
Quem diz isso pode estar pensando que defende os interesses das crianças carentes, mas na verdade está apenas comparando crianças a cães e gatos.

Compreender as verdadeiras razões da pobreza e do abandono das nossas crianças é complicado.
Fica mais fácil culpar os animais, que não podem defender-se.
Como se ao deixar um cão de estimação morrer de uma virose as crianças passassem a comer melhor.

O problema do menor abandonado tem vários culpados.
As causas primárias são estruturais e não podem ser mudadas por meio de boas intenções ou decretos.
Investimentos em saúde e educação são relegados para segundo plano.

A má distribuição de renda gera a opulência num extremo e a miséria noutro.
O planeamento familiar enfrenta resistência religiosa e de sectores ditos nacionalistas, além da indiferença do governo.

O Estado negligencia suas obrigações com o bem-estar social, desviando recursos da educação, saúde, moradia e saneamento básico para investir em mineração, siderurgia, telecomunicações, energia e
no sistema financeiro.

Os menores de rua muitas vezes são fugitivos da violência doméstica gerada por pais ou padrastos alcoólatras.
Aí está uma longa relação de culpados de duas pernas pela situação das crianças pobres.

Mas há pessoas que entendem que uma criança pobre e um cão têm a mesma necessidade afectiva, revelando sua ignorância, alienação ou má-fé e desprezo pela criança carente a quem dizem defender.

Muitos podem ter condições financeiras para adoptar uma criança, mas são incapazes de prover suas necessidades afectivas e segurança emocional.

A maioria dos que adoptam um animal visa preencher um vazio em sua vida.
Pessoas idosas, muitas vezes marginalizadas pelas próprias famílias, têm no animalzinho de estimação talvez sua única razão para continuar vivendo.
Há inúmeros registros de gente que superou a depressão graças ao convívio com animais de estimação.

O contacto com eles tem sido preconizado como um excelente auxiliar no tratamento de autistas.
Finalmente, não são apenas as dondocas que frequentam as clínicas veterinárias.
Pessoas humildes passam apertado para levar ao seu bichinho o atendimento médico.
O respeito, o afecto e o cuidado com os animais não eliminam a necessidade de atenção para com o ser humano.
Pelo contrário, aprimoram e complementam a capacidade de nos relacionar com os semelhantes
-----------------------------------
20/03/2005
Autor:
Dr. José Ricardo Henz, veterinário,
Fortaleza - Ceará

publicado por LauraBM às 18:39

comentários:
Estava navegando pela net, qdo vi seu blog....AMEI !
Tbm sou apaixonada pelo meu cão, e sei como isso é. Parabéns pelo Blog.
Luciana
KALEIA a 21 de Dezembro de 2006 às 21:28

Parabéns pelo blog e pela causa! Linkei este blog porque acho que é um exemplo para todos quantos querem ajudar animais. Lu
Lu a 13 de Dezembro de 2006 às 19:59

O teu blog está muito giro, gostei muito do teu blog ainda bem que adotas-te um cão que estava abandonado se as pessoas em vês de comprarem animais de extimação porque não adotá-los assim estão a salvar muitos cães dos canis municipais, também gostava de ter um cão não tenho condições porque só se deve ter um cão com condições porque os cães precisam de espaço para correr, etc, mas eu não desisto adotei uns peixes super fantásticos já vao fazer 5 aninhos, tenho um blog sobre animais: loveanimais.blogs.sapo.pt se quiseres visitá-lo estás á vontade também tenho outro sobre a floribella.
Um beijo para ti e para o teu cão.
sandra a 12 de Dezembro de 2006 às 20:07

caraaaaaa muito bom mesmo esse blog eu fiz msn e orkut pro meu dog e pro meu pasarinho mais non manjo tanto de pc pa faze um blog desse XD queria aprende ;[ mais cara parabens mesmo uito legal manda um e mail pra mim awe
bjokas!!!!
ohanna a 2 de Dezembro de 2006 às 02:00

eu amo as minhas "filhotas"(cadelinhas,mae e filha) nao as trocava por nada.se tivesse uma casa grande levava todos os animais abandonados.adoro animais.era capaz de bater numa paxoa se a vixe bater num animal....para mim, sao a noxa maior companhia.adorovos pestinhas.
carla a 19 de Novembro de 2006 às 19:05

«MONTY» O dono do blog

Seja feliz, meu amor, lá onde quer que você esteja!

Fique em paz com a minha saudade!

FRASES PARA PENSAR:

'Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado, que me impedirá de ser feliz...'
Jean Anouilh

Lide com cada situação estressante como um cachorro:
Se não é para comer ou brincar…

faça um xixi nela e vá andando!

============

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


*Antiguidades óptimas
*Algo mais sobre mim
*Meter o nariz no blog
 
blogs SAPO