Uma delícia de cãozinho recolhido na rua, maltratado e esfomeado = Viveu connosco entre 3/2002 e 09/2010 ===================== Este blog vai continuar, em homenagem ao Monty (agora c/muita saudade) e aos abençoados vindouros.

10
Out 06

cao_bone.gifQuando a solidão se abater e não tiveres ninguém para te fazer companhia, ele estará contigo.
Quando todos os amigos te abandonarem no infortúnio de uma doença, sem temer contágio, a teu lado ele estará.
Quando numa desgraça sentires obrigado a dormir ao relento, a teu lado ele dormirá.
Se sentir que corres perigo de ser atacado por outro animal ou mesmo por um humano, ele latirá e não medirá esforços para te proteger.
Se ferido, ele te lamberá acarinhando, para que reanimes.
E quando acamado, na luta entre a vida e a morte, ele ficará atento à beira do teu leito esperando que de lá  levantes, e brinques com ele.
Quando choras, olhe seus olhos... Neles haverás de ver o brilho de uma lágrima marejando, e uma expressão consoladora, como se quisesse te dizer: Não chore! Ou como se te perguntasse: Por que choras?
Quando não tiver fortuna, saúde e amigos, alguém real e carinhoso estará a teu lado - teu cão!
Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, este sim, faz um juramento silencioso contigo. É teu fiel amigo. É presença constante e não te abandonará por nada deste mundo!
Ainda que por vezes, num gesto repentino de impaciência e repulsa enxota-o do teu lado, ele compreende e afasta... Observa-te à distância humildemente, e basta um gesto ou um sorriso teu para que ele volte.
E abanando o rabo demonstrando carinho e aceitação deita a teus pés. E lá fica silencioso...
Se morreres, 'a beira do teu túmulo ficará amuado’  à espera dum milagre... 
Permanecerá mudo, enfraquecido e sem se alimentar.
E num sentimento quase humano de dor e de paixão, também morrerá, se ninguém de lá o afastar.
Esteja certo: depois de Deus, teu cão é gratuita e desinteressadamente, teu fiel amigo.
Talvez mais amigo que outro humano possa ser.
E como um amigo apaixonadamente insano, morrerá também se você morrer!
-------------------------------------------------------------------
Emiele
Ipatinga, 31/12/2004 -16:10 horas.
*Direitos Autorais Reservados.
Poema escrito após assistir a um filme sobre o cão de nome Trum.

publicado por LauraBM às 18:20

«MONTY» O dono do blog

Seja feliz, meu amor, lá onde quer que você esteja!

Fique em paz com a minha saudade!

FRASES PARA PENSAR:

'Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado, que me impedirá de ser feliz...'
Jean Anouilh

Lide com cada situação estressante como um cachorro:
Se não é para comer ou brincar…

faça um xixi nela e vá andando!

============

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


*Antiguidades óptimas
*Algo mais sobre mim
*Meter o nariz no blog
 
blogs SAPO