Uma delícia de cãozinho recolhido na rua, maltratado e esfomeado = Viveu connosco entre 3/2002 e 09/2010 ===================== Este blog vai continuar, em homenagem ao Monty (agora c/muita saudade) e aos abençoados vindouros.

02
Dez 11

Ela ainda acha que o cãozinho é que adoptou a dona, e não o contrário.

publicado por LauraBM às 23:15

12
Jun 11

Este é o filhote de Pastor Alemão que temos em casa.

Tem sido um cachorrinho muito feliz.
Já sabe que Shepp é ele, já atende quando chamamos, e faz arte o tempo todo em que está acordado, mas como ainda é um bebê, sua pilha não dura muito, então ele dorme... depois começa tudo de novo!!!
Uma graça! kkkkkkkkkkkk
Margaret
Tem tanto de gracioso como de patusco. Mas não se iludam porque já está trepando pela Nina, coitada.
publicado por LauraBM às 23:07

10
Jun 11

Mimo era um cachorrinho abandonado, que foi sobrevivendo num estacionamento, alimentando-se de insectos.

Devia ter sido muito espancado, pois tinha horror às pessoas e rosnava feio para quem se aproximasse.

Minha amiga Margaret, não obstante a voz meiga e as comidinhas que levava, gastou um mês inteiro para conquistá-lo.

Por fim conseguiu carregá-lo para casa, magrinho e muito abatido.

 

Quando estive em Presidente Prudente, na casa de Margaret e Lenine, já encontrei o cachorro gordinho, manso e carinhoso, atarantado sem saber se fazia sala pra mim ou acompanhava os donos.
Seu olhar, entre espantado e humilde, parecia dizer: "Juro que eu não sabia que existia gente boa neste mundo!" 
 -----------

8/10/2006

Ana Suzuki

publicado por LauraBM às 22:22

10
Jun 10

Tandy_MarileneCy3.jpgAhhhhhhh Laura.....vc gosta das historinhas dos meus bichos é? pois então ouça esta do safado do meu Tandy
Tinha que fazer um jantar para uns amigos e resolvi fazer um arroz a marinheira que vai alem de outros ingredientes um maço de brócolis:
Vc sabe que o brócolis não cheira muito bem quando a gente os cozinha né? por isso resolvi cozinhar um dia antes para o cheiro sumir...risos.
Acontece que separei as folhas das flores, dei um boa fervura para ele não ficar mole...escorri a água depois de cozido...separei as flores das folhas...arrumei tudo bonitinho e deixei em cima da mesa da cozinha numa travessa, semi coberto para sair o vapor e esfriar pra depois colocar na geladeira.
Fui fazer outras coisas e depois de umas 2 horas voltei à cozinha para guardar o brócolis cozido.
Quando lá cheguei...olhei para a mesa e a travessa estava vazia,aliás tinha só uma florzinha pequetita no cantinho.Achei que minha nora havia colocado na geladeira.Procurei em tudo e não achei,mas como vi as almofadas das cadeiras da cozinha no chão...desconfiei...chamei o Tandy E ELE NÃO VEIO.
Sabe onde ele estava? no castigo dele.Ele mesmo se coloca de castigo quando faz besteira.
Esta coisinha meiga Laura
Subiu em cima da cadeira... derrubou as almofadas , alcançou a mesa... e lá mesmo sobre a toalha comeu um maço de brocolis inteirinho e eu fiquei a ver navios né? GRRRRRRRRRRRRR
Não sabia o que fazer... Contei correndo pra minha filha e ela perguntou pq eu não dei a ele faca e garfo para digerir melhor,mas pode?
O difícil depois foi aguentar os PUNS FIDIDOS que ele começou a soltar e no dia seguinte o cocô dele estava verdinho... e eu tive que guentar....
Valha-me Deus...que situação
QUER MAIS HISTORIAS?
Hehhhehhe

Laura, você não viu a cena dramática aqui e agora
O meu cocker foi na cozinha e com a pata puxou toda a panela onde estava o frango do jantar......vixiiiiiiiiiiiiii COMEU TUDINHO..... fora a sujeira que fez na cozinha…
FICARAM TODOS SEM JANTAR......

Mais do que depressa, e pra meus netos não me matarem, eu descongelei salgadinhos do frezer e também salsichas pra comerem com salada, arroz, feijão e puré de batata.... combina né?
hehheheh....não sei se vai colar mas vou me trancar no quarto e ficar quietinha....hahhahaha

Daí mostrei a panela pró Tandy..... fiquei brava e ele mesmo se colocou de castigo.......
E adianta bater no Tandy o cocker mala?
Vou esperar ....depois te conto o resultado desta tragedia.... hahhahahah
ahhhhhh meu filho vai me pegar de pau
-------------
26/05/2006
MarileneCy

publicado por LauraBM às 23:42

10
Nov 08

Saí com meu boxer para passear, começou a chover, então descemos a ladeira meio que correndo em direcção a nossa casa. Mas subitamente, nem sei como, Hunter meu boxer deu uma arrancada e eu para não cair, larguei a correia.
Ele se enfiou na enxurrada e voltou com uma coisa na boca. Pensei que fosse um rato, mas era um gatinho pequenino. Ele foi levanto o gato na boca até casa.
Quando chegamos, ele começou a lamber o gatinho, que não era gatinho e sim gatinha, depois pegou-o e colocou ele dentro do prato de ração.
Coloquei leite num pires, então ele tirou o gato da ração e colocou dentro do pires de leite. Depois se enrolou todo e colocou o gatinho no meio dele.
Foi assim que ele criou essa gatinha.

Quando ela cresceu, ele ficava esperando ela na porta e não dormia enquanto ela não chegava da rua.
Quando ela teve filhos, deixava-os na caixinha e se mandava para a rua.
Adivinha quem ficava tomando conta deles? Hunter.
------------
27/04/2007
Muriel

publicado por LauraBM às 22:50

10
Jun 08

Jucavelhote_gina.jpg

Juca já está um pouco velhote

mas continua um lindo e amado menino.

publicado por LauraBM às 00:01

10
Jun 07

caoBeethoven_JaneBotti.jpg 

Mais uma beleza de cachorro.

Olhem só o pelinho dele, como brilha!

Parabéns, Jane!

publicado por LauraBM às 16:48

20
Jun 06

casalinho_daMara.jpg
Um casalinho muito bem combinado

da minha amiga Mara Regina.

publicado por LauraBM às 00:30

15
Jun 06

Viny_caes4.jpg 

A filha da minha amiga Ana Suzuki do Brasil.

Viviane e seus dois cães:

Patty von Vir Alata e Tampinha von Vir Alata

publicado por LauraBM às 01:17

05
Jun 06

AngeleKaka.jpg"Quem não gosta ou não liga pra cachorro, nem continue a ler, porque hoje o post é dele: o melhor amigo do homem. Toda minha vida, eu sempre disse que gostava mais de gato do que de cachorro. Cachorro era muito dado, muito pulante e sempre que eu pensava em cachorros, pensava no Ode, o cachorro que o Garfield adorava sacanear. Aquela coisa viscosa e lambedora. Bom, como disse certa vez Blaise Pascal: “Não tenho vergonha de mudar de ideia porque não tenho vergonha de pensar” Pois bem, continuo gostando de gatos, da postura classuda e indiferente, da languidez felina e charmosa que só eles têm, mas confesso, hoje amo cachorros.

Quando a mamãe morreu, pouco mais de quatro meses atrás, muitas vezes pela manhã eu inventava um motivo para sair da cama, invariavelmente era para alimentar os cachorros, em especial o Kaká, o poodle que andava pra cima e pra baixo com ela. E foi ele que me ganhou totalmente, que de certa forma me salvou um pouco a cada dia.

No início, ele se abateu muito, assim como eu, guardadas as devidas proporções, parecia não entender como alguém some de repente para nunca mais voltar. Muitas vezes peguei-o olhando para a porta do quarto dela esperando que se abrisse e ela surgisse, muitas vezes me peguei fazendo o mesmo, esperando que ela me chamasse para o café, vício sagrado de todo finalzinho de tarde. A porta nunca mais se abriu e eu sei, apesar do tanto que ainda me dói e doerá, não se abrirá mais, porém, foi justamente esse cachorrinho que nas horas mais solitárias me deu o carinho, o olhar e quase a compreensão que eu precisava. Quantas vezes, chorando, ele não vinha ao meu colo e ficava me olhando dentro dos olhos como se dissesse: “Ok. Agora somos só nós dois, vamos tratar de seguir adiante”.

Perdi a conta das vezes que ele pulou e pula para a minha cama no meio da noite, basta que eu me mexa muito. Algumas vezes, misturado no sonho, na noite, na sonolência da madrugada penso que é ela tentando apaziguar meu sono agitado. Todos os dias quando chego de algum lugar ele faz uma festa como se não me visse a anos. Pula, comemora, se mistura entre as minhas pernas e fica tão ofegante que preciso pegá-lo no colo e dizer baixinho: "Pronto, eu voltei, shhiiiiii, calma, eu voltei."
Um amigo certa vez disse que amor de cachorro é o único amor incondicional, e pensando bem é mesmo. Não importa se no dia anterior você “chutou”, brigou, afastou o cachorro, dali mais um pouquinho ele virá abanando o rabo como se nada tivesse acontecido. Ele não exige nada, mesmo que você esqueça de alimentá-lo, mesmo que você esqueça de encher o pote d´água, na volta ele não vai te confrontar exigindo seus direitos a bons tratos, ele vai te receber como sempre, vai até fazer um chamego, mas nada que não te faça sorrir e muitas vezes pedir desculpas pelo esquecimento.

É, talvez nem adiante explicar, talvez alguns achem esse texto pra lá de bobo e sentimentalóide, mas de uma coisa eu sei, só quem tem cachorro sabe o que significa esse pequeno trecho de música:

“Meu cachorro me sorriu latindo...Eu voltei...”
--------------------------------------
Andréa Augusto e seu cãozinho Kaká. 
http://www.literatus.blogspot.com 

publicado por LauraBM às 23:21

03
Jun 06

Koro-tchan_daLuzFumiko.jpg 

Koro-chan, da minha amiga Luz Fumiko - Japão.

Um tanto estranho mas é uma raça japonesa.   kkkkkk

publicado por LauraBM às 23:36

17
Jun 05

esquilo_tronco.gif Eu, que sempre me gabo de morar num apartamentinho onde nenhum ser vivo, além de mim e eventualmente de alguma visita, me dá trabalho, ontem fiquei triste justamente por causa disso.
Resolvi andar a pé alguns quilómetros e, como estou fora de forma, parei para descansar numa loja que vende pequenos animais.
Apaixonei-me por um esquilo miudinho, zoiudo, pequeno como um rato, que vinha em direcção a mim, por mais que eu mudasse de lugar. De pé, com as mãozinhas recolhidas, ele encarava-me firme e, se eu balançasse a cabeça, ele balançava também.
Sempre tive essa estranha empatia com os animais.

 

Viktor_expressao.jpg Esse olhar do Viktor, por exemplo, é daqueles que me dão uma certa vertigem, como se eu estivesse prestes a descobrir um segredo do universo e não pudesse suportar a verdade.
Ontem, o pequeno esquilo me trouxe de novo essa sensação. Seus olhinhos negros e doces não me perdiam de vista, e era como se me dissessem alguma coisa.
Infelizmente, a gente tem dificuldade até para entender os humanos.
Como entender os bichos, aqueles como os cães, que nascem, crescem, sofrem, amam e morrem como nós, mas, diferentes de nós, não dispõem de um vocabulário para sua expressão?

É por isto que às vezes, ao encará-los, eu choro.
----------

21/05/2004
Ana Suzuki

publicado por LauraBM às 22:09

15
Jun 05

Elane Tomich responde, sobre o seu cãozinho que não é gay mas é misógino:

caobeberagua.gif"Meu cachorro? O nome dele é Happy. Um poodle preto, velhim, qui dá dó.
Parece gente. Só assiste televisão, sentado numa cadeira e se lá ficarmos durante horas, ele fica também.
Não late, a não ser para fogos de artifício.
Mas o mais interessante, é sua opção sexual: ele detesta cadelas, não só pela provecta idade, mas porque sempre foi assim.
Primeiro, nós achamos que ele era bicha, mas agora sabemos que é misógino e que seu grande amor é o Lelinho, um coelhinho sebento de pelúcia, com quem ele mantém uma relação platónica.
Várias vezes, trouxeram cadelinhas no cio para ele, enfim se casar, mas qual o quê. Bem que avisei... Eu não liguei muito, mas meu ex-marido e meus filhos ficaram bastante envergonhados com a falta de macheza do Happy. Aliás, pelo meu ex-marido, a educação dos filhos homens limitava-se a serem bons e fiéis cotinthianos e machos prá cacete.
Certa vez, um deles cometeu uma infracção filial trivial, e quando o pai reclamou, lembrei-o de que, afinal, nada havia do que reclamar; os meninos eram corinthianos e mulherengos.
O happy, quase um filho, fugiu à regra, para desgosto e justificativas intermináveis dos homens da casa.
Ele nem ligou: tem personalidade, é assumido em suas preferências.
---------------------------------
http://www.elanetomich.com.br
http://www.usinadeletras.com.br
------------------------------------
Nota da Ana Suzuki: Minha filha mais velha também teve um pastor alemão que era assim, detestava cadelas. Aliás, detestava cachorros em geral, talvez porque tivesse a convicção que ele mesmo era gente, como o pessoal da casa.

publicado por LauraBM às 18:41

13
Jun 05

  A asneira do dia!

ComendoHawaiana_2.jpgQuem comeu não sei.
Só sei que a encontrei toda comida no chão!
Peguei no meio do tapete; tão amassado quanto minha havaiana mordida.
Só me restou colocá-la no lixo!
Se foi Sócrates, Wind ou Memina, não sei... Só sei que foi um deles...
Meus cachorrinhos queridos!
------------------
28/05/2004
Cássia Teixeira

publicado por LauraBM às 00:09

11
Jun 05

Balzac.gif Ele chama-se Honoré de Balzac
Levadinho como ele só.
Morde os fios do computador
Fico aborrecida, penso em dar uma palmada,
mas não tenho coragem... e a dor!

Queria para ele um nome bem chic
Pensei no impecável escritor francês
e achei que ele se parecia muito com o tal...
não, não é nada imoral
ele é um yorkshire de bom prez!

Sua irmãzinha, tão miudinha, Pandora
é algo que ele adora,
quando ela vem visitá-lo,
essa casa parece um furacão,
é um rosnar, um latir, uma confusão.

Ele é libriano, nasceu dia 8/10
e como bom octubrino
é alegre, feliz,
sentimentos de raiz,
vive na maciota.

Trouxe muita alegria a esse lar,
paz, tranquilidade,
e vai ser um bom contador de lorota,
porque aqui na minha quadra,
há muitas fêmeas para ele namorar.

Seja bem-vindo, Balzac!
A essa casa que gosta de felicidade.
Passe conosco muitos anos de vida
e nos doe seus carinhos,
sua caridade!
-----------------------
Margaret Pelicano
Brasília - 03/12/2004

publicado por LauraBM às 00:08

10
Jun 05

Gigante_SandraRegina.jpg

É o cão «Gigante» (hihihihihi) da amiga Sandra Regina.

publicado por LauraBM às 00:22

05
Jun 05

Tandy_Marilene.jpg Ninguém pode imaginar o que é ter um Thyrso na vida.
Já disse a ele que não tenho por ele o mesmo amor que ele me dedica e nem assim ele desiste... A todo momento me pede carinho, fico sem meu espaço, sem meu tempo... sufocada....
Eu até que dou o carinho que ele pede !!! mas cansa, porque ele chega a ser "pegajoso". Não me deixa um minuto ! Segue todos os meus passos, onde vou , lá está ele... ao lado, na frente, atrás, sempre me atropelando.
Chego cansada do trabalho e ainda tenho que aceitar seu convite para passear, pois fica me esperando já na porta de casa pronto, todo arrumado e perfumado e além de tudo com presentes pra mim... para parecer irresistível...
E o pior...quando dorme ronca alucinadamente e quando não atendo seus pedidos de carinho, deixa marcas em mim... como explicar aos outros no dia seguinte???
Se quero assistir TV ele não deixa fica chamando atenção pra si até eu me revoltar e dizer... Chega!!! Basta!!! Eu não te quero agora!!!
O nome dele não é Thyrso, mas desde que começou o Big Brother Brasil 2, ninguém mais o chama pelo seu verdadeiro nome! Só de... Thyrso... Thyrso... Thyrsooooooo........
Muitos dos meus amigos que foram virtuais, e hoje são reais, o conhecem porque ele mesmo se apresentou, não teve cerimónia.
Ele é uma mala na minha vida, mas eu o adoro!!! é meu fiel amiguinho!!!
Vou mostrar a vocês quem é ele... O Mala se chama Tandy é o meu cachorrinho.
Um cocker todo pretinho com pedigree à procura de uma noivinha... quem tiver a menina....risos...
--------------------------
Marilene Laurelli Cypriano

publicado por LauraBM às 22:47

«MONTY» O dono do blog

Seja feliz, meu amor, lá onde quer que você esteja!

Fique em paz com a minha saudade!

FRASES PARA PENSAR:

'Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado, que me impedirá de ser feliz...'
Jean Anouilh

Lide com cada situação estressante como um cachorro:
Se não é para comer ou brincar…

faça um xixi nela e vá andando!

============

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


*Antiguidades óptimas
*Algo mais sobre mim
*Meter o nariz no blog
 
blogs SAPO