Uma delícia de cãozinho recolhido na rua, maltratado e esfomeado = Viveu connosco entre 3/2002 e 09/2010 ===================== Este blog vai continuar, em homenagem ao Monty (agora c/muita saudade) e aos abençoados vindouros.

01
Ago 11

Golden Retriever:
Faz sol lá fora, o dia está a começar, temos a vida inteira pela frente e tu estás aí dentro preocupado com uma parva de uma lâmpada queimada?

 

Border Collie:
Só um. E depois substituo os fios eléctricos todos que não estão em condições.
 
Dachshund:
Como sabes que eu consigo chegar à parva da lâmpada?
 
Rottweiller: 
Atreve-te!

Boxeur:
Eu preocupado com isso? Eu consigo brincar com os meus brinquedos de borracha no escuro.

Labrador:
Eu! Eu!!! Pleaseee! Deixa-me mudar a lâmpada. Posso? Huh? Huh? Huh? Posso? Pliiiize, please, please, please!
 
Pastor Alemão:
Eu mudo a lâmpada assim que orientar estas pessoas que estão às escuras, verificar que não me esqueci de nenhuma e depois de patrulhar a área a ver se ninguém se aproveitou desta situação.
 
Terrier:
Vou lá dar um salto enquanto me penduro nos móveis e nas paredes.

Pastor Inglês:
Lâmpada? Não vejo lâmpada nenhuma.

Cocker Spaniel:
Mudar a lâmpada? Pra quê? Eu consigo fazer xixi na carpete às escuras.
 
Chihuahua:
Jô kiero taco dê lâmpada! Não precisamos de lâmpada fedorenta nenhuma!
 
Greyhound:
A lâmpada nem se mexe. Não tou preocupado com ela.

Pastor Australiano:
Epá, primeiro ponho as lâmpadas todas numa rodinha...

Poodle:
Vou só dar cabo dos ouvidos do Collie e que se lixe o resto. Quando ele acabar com a instalação eléctrica da casa já tenho as minhas unhas secas.

Quantos gatos são necessários para mudar uma lâmpada?
 
Gatos não mudam lâmpadas. As pessoas é que mudam as lâmpadas.
Portanto, a questão é a seguinte:
  
 
"Daqui a quanto tempo é que eu tenho alguma luz, alguma coisa para jantar
e uma massagem?"

Tudo isto prova, mais uma vez, que enquanto os cães têm donos, os gatos têm empregados!
publicado por LauraBM às 22:22

10
Ago 08

tanha_cao.jpgQuerido diário...
Nem sei como estou conseguindo digitar aqui neste treco esquisito que meu dono insiste em chamar de micro!
Deveria se chamar mico, pelo menos seria do reino animal.
Pois bem, resolvi registrar este dia aqui em forma de protesto, porque sei, que aqui, ele vai ler.
Acordei primeiro como sempre, dei aquela espreguiçada gostosa, abri aquele bocão, e segui para meu xixi matinal.
Qual não foi meu desespero ao não achar no local, o jornal!
Esqueceu...Outra vez!
Bem , o xixi poderia esperar.
Segui para seu quarto e comecei a lamber suas orelhas como sempre fiz, e o que ouvi?
- Para, deixa que eu durma, não viu a hora que fui dormir?
Claro que eu não tinha visto, era tão tarde que já era outro dia...
Um cão precisa ter oito horas de sono, no mínimo...
Quem ele pensa que sou???
Hurf...
Bem, tanto fiz, que ele finalmente acordou.
Abanei o rabo mais que pude para chamar sua atenção.
Ele passou a mão suavemente na minha cabeça, e quando pensei que ia me colocar a coleira, ouvi:
- Espera, vou ver meus e-mails...
Pronto!
Danou-se...
Era tudo o que eu não queria ouvir...
Agora, são duas e trinta e cinco da manhã, do outro dia, claro.
Minhas patinhas exercitei em volta da mesa mesmo, já sabia disso...
A sorte é que da ração ele não esquece mesmo!
Só que de tanta pressa, acho que ele tem comido dela também...
Se não deixar pra mim, vou latir feito cão...
Agora?
Ele foi fazer xixi, como pensa que consegui sentar aqui para escrever?
Hurf...
10/4/04

publicado por LauraBM às 00:20

10
Ago 07

SE VOCÊ PODE:

Começar o dia sem cafeína, nicotina ou tranquilizantes;
Comer, dia após dia, a mesma comida sem se queixar;
Entender que água é a melhor coisa para lhe matar a sede;
Entender quando existe tensão ao teu redor e evitar o perigo;
Ser capaz de ficar indiferente diante da alta do dólar e da queda da bolsa;
Ser capaz de compreender quando todos estão muito ocupados para te atender;
Aceitar a crítica;
Acalmar tua tensão sem precisar de auxílio médico;
Ter pique para passar noites em claro, numa óptima;
Dormir tranquilamente a qualquer hora, em qualquer lugar;
Relaxar ao final do dia;
Desfrutar da carícia de uma mão querida em tua cabeça;
Então, é quase certo...
Que
caes_gr.peq.jpg
VOCÊ É O CACHORRO DA CASA!
--------------------------------
Encontrado s/autoria na página
http://www.aguiareal.com.br/

publicado por LauraBM às 17:51

05
Ago 06

caosexo2.jpgTodo mundo que eu conheço, e que tem um cachorro, costuma chamá-lo de Rex, Lulu ou algo assim.
Eu botei o nome do meu de "Sexo".
Mas agora, Sexo é muito embaraçoso para mim...
Quando eu fui à prefeitura renovar a licença dele, disse ao funcionário que queria uma licença para Sexo, e ele disse que também queria uma para ele! Aí eu disse que era para um cachorro, e ele disse que não se importava com o tipo de vida dos outros.
Eu disse:
- "Você não entende?
Eu tenho Sexo desde os 9 anos de idade."
E ele replicou:
- "Você devia ser um garoto bem precoce!"

Quando resolvi casar, disse ao padre que gostaria de ter Sexo na igreja durante a cerimónia de casamento.
Ele falou que eu teria que esperar a cerimónia acabar. Eu disse:
- "Mas Sexo tem uma grande importância na minha vida.
Meu mundo gira em torno de Sexo."
Ele disse que não gostaria de ficar ouvindo sobre a minha vida pessoal, e que não nos casaria na igreja dele. Aí eu contei a ele que todos os familiares e convidados gostariam de ter Sexo na igreja.
No dia seguinte casei apenas no civil. Minha família foi banida da igreja para sempre.

Quando fomos para a lua de mel, levamos Sexo connosco.
Ao chegar no hotel, eu pedi um quarto para minha mulher e eu. E um quarto especial para Sexo.
O atendente disse que todos os quartos eram bons para sexo. E eu:
- "Você não entende? Sexo me mantém acordado a noite toda!
E ele:
- "Eu também!"

Um dia inscrevi Sexo numa competição, mas ele sumiu.
Um outro competidor perguntou o que eu estava procurando, e eu disse que gostaria de ter Sexo na competição.
Ele disse que eu estava na competição errada.
- "Por favor", implorei, "Eu quero ter Sexo na TV! "
Ele chamou os seguranças, que me puseram para fora.

Quando me divorciei, fomos ao fórum, brigar pela custódia do cão.
Eu disse:
- "Meritíssimo, eu tinha Sexo antes do casamento, mas ele me abandonou depois que casei."
O Juiz lamentou:
- "Comigo ocorreu o mesmo..."

Ontem à noite Sexo fugiu de novo. Procurei durante horas, até que um policial perguntou o que eu estava fazendo na rua às 4:00 da manhã.
Eu disse que estava procurando por Sexo.
Meu caso vai a julgamento semana que vem...
Bem, agora eu estou na cadeia, divorciado, com mais problemas com o cachorro do que eu poderia imaginar.
Quando fui à primeira sessão com o psiquiatra, ele perguntou qual era o meu problema. E eu disse:
- "Sexo sempre foi meu melhor amigo, porto da minha vida.
Mas, agora ele me abandonou, e sem Sexo eu estou tão sozinho que não tenho mais razão para viver."
E o doutor:
- "Sexo não pode ser o melhor amigo de um homem.
Por que você não compra um cachorro???"
--------------------------------
7/10/2005/
Recebido via Internet, s/autoria

publicado por LauraBM às 23:48

05
Nov 05

pastor_australiano.jpgO plantão no pronto-socorro parecia calmo naquela tarde. Uns cortezinhos à-toa, hipertensões leves, nada que não resolvêssemos sem estresse.
De repente entra um jovem, chorando muito, e uma senhora desmaiada numa cadeira de rodas.
Enquanto o médico plantonista atendia a senhora, fui colher os dados sobre a ocorrência.
O rapaz se chamava Daniel, e naquela tarde, após a fuga de seu cão fila Brad, percorrera diversas ruas à procura do mesmo, encontrando-o no Campo São Bento, junto a outros cães, na maior farra!
Aí começou de facto a caçada. Quanto mais ele corria, mais Brad parecia voar, até que, atravessando a rua, foi atropelado por um carro.
Daniel, então, pegou Brad e levou-o a uma das clínica veterinárias da proximidade.
Havia muito sangue, e o cão estava inquieto.

Chegando à clínica, Brad abocanhou um pequeno poodle e foi um desespero ensurdecedor.
A dona do poodle, o poodle, os funcionários, enfim, todos gritavam. Era um caos generalizado.
Daniel conseguiu conter Brad, mas ficou todo ensanguentado, como se tivesse sofrido um grave acidente.

Após o atendimento, Daniel resolveu ir à casa de sua tia Ilma e tomar um banho para trocar as roupas.
Como sair pelas ruas daquele jeito? Além do mais, tinha o mesmo corpo que seu tio Gilberto e a casa da tia era na mesma quadra da clínica.
Estava entrando no banheiro quando a tia o viu naquele estado de sanguinolência, deu um grito e desmaiou.

Era essa a causa de sua ida ao pronto-socorro. O que faria? Teria matado a tia de susto? Um terrível sentimento de culpa invadia aquele jovem.
A tia continuava desmaiada, e os médicos começavam a não entender, pois estava tudo bem, nada que não pudesse ser resolvido em poucos minutos.
Decidem chamar o marido, seu Gilberto.
Foi o que bastou para que Ilma voltasse a si. Tão logo ouviu a voz do marido, acordou perguntando os supermanjados: Onde estou? O que houve?

Depois soubemos que estavam separados há dois meses e obviamente ela aproveitara o susto e simulara um desmaio interminável para chamar a atenção e atingir (quem sabe?) os seus objectivos.
Saíram os três da clínica. Ou melhor, os quatro, pois não fosse Brad, nada teria sido possível.

Fico aqui pensando sobre a real importância dos cães em nossa vida e chego à conclusão de que são os melhores amigos do homem. Guiam cegos, guardam casas, fazem chamegos nos donos, balançam o rabinho para... promovem até reconciliação entre casais.
-----------------------
21/01/2005
Belvedere
(Grupo Trem das 11)

publicado por LauraBM às 15:43

04
Ago 05

cao_bass.hound.gifViajando com o meu cão basset hound, escrevi antecipadamente ao Hotel Amador Las Cruces, no Estado do Novo México, para saber se podiam acomodar um hóspede de quatro patas.
Eis a resposta:

"Trabalho na indústria hoteleira há mais de 30 anos.
Até agora nunca precisei de chamar a polícia para expulsar um cão que promovesse distúrbios até altas horas da noite.
Até hoje nunca vi um cão pôr fogo na roupa da cama por adormecer com um cigarro na mão.
Nunca encontrei uma toalha ou um cobertor do hotel na mala de um cão.
Nunca encontrei manchas deixadas nos móveis pelo fundo da garrafa de um cão.
Está claro que aceitamos o seu cão.

PS: Se ele se responsabilizar pelo senhor, venha também."
A gerência.

publicado por LauraBM às 13:07

«MONTY» O dono do blog

Seja feliz, meu amor, lá onde quer que você esteja!

Fique em paz com a minha saudade!

FRASES PARA PENSAR:

'Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado, que me impedirá de ser feliz...'
Jean Anouilh

Lide com cada situação estressante como um cachorro:
Se não é para comer ou brincar…

faça um xixi nela e vá andando!

============

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


*Antiguidades óptimas
*Algo mais sobre mim
*Meter o nariz no blog
 
blogs SAPO